Por que ser 'agressivamente' gentil com pessoas e clientes? | Palestras Paul&Jack
A mágica que faltava no seu negócio

(11) 3772-6645 / (11) 99157-4556 contato@paulejack.com

Por que ser ‘agressivamente’ gentil com pessoas e clientes?

Por Paul Friedericks, 26/07/2016 em Vendas

Por que ser ‘agressivamente’ gentil com pessoas e clientes?

Você já parou para pensar no quanto ser gentil, mas gentil mesmo, com pessoas e clientes pode ser algo extremamente positivo para muito âmbitos da vida pessoal e profissional? Se ainda não, então está no lugar certo. Esse texto é para exatamente lhe mostrar os benefícios extraordinários da gentileza, e como aproveitar isso ao seu favor. E depois de descobrir, você certamente irá querer ser agressivamente gentil, a todo momento. Por que ser ‘agressivamente’ gentil com pessoas e clientes?

A gentileza nos torna felizes

Isso mesmo! Um ato de gentileza com o cliente ou alguma pessoa qualquer na rua nos faz nos sentir bem. E isso é ótimo! Em um nível espiritual, muitas pessoas sentem que isso acontece porque é a coisa certa a fazer e, por isso, somos tocados por algo profundo dentro de nós que diz: “Este é quem eu sou.”

Em um nível bioquímico, acredita-se que a boa sensação que temos ao ser gentil é devido aos níveis elevados de versões natural do cérebro de morfina e heroína, que conhecemos como opióides endógenos (é, coloca ciência nisso aí). Eles causam elevados níveis de dopamina no cérebro – um neurotransmissor fundamental para a motivação, foco e produtividade.

A gentileza nos dá corações mais saudáveis

Sabia que os atos de gentileza são frequentemente acompanhados de calor emocional? O calor emocional produz a hormona oxitocina no cérebro e por todo o corpo – que tem um papel significativo no sistema cardiovascular. A oxitocina provoca a liberação de uma substância química chamada óxido nítrico nos vasos sanguíneos, o que dilata (expande) os vasos sanguíneos. Isto reduz a pressão sanguínea, e, por conseguinte, a oxitocina é conhecida como uma hormona “cardioprotetora”, porque protege o coração (por redução da pressão arterial). A chave é que os atos gentis podem produzir oxitocina, e, portanto, a gentileza pode ser dita como cardioprotetora. Isso é incrível, não é mesmo?

A gentileza promove melhores relações

Esse é um dos pontos mais óbvios. Nós todos sabemos que nós gostamos das pessoas que nos tratam gentilmente. Isso ocorre porque a gentileza reduz a distância emocional entre duas pessoas, por isso nos sentimos mais “ligados”. É algo que é tão forte em nós que é realmente uma coisa genética. Somos loucos por gentileza.

Imagine um ambiente empresarial, o quanto a gentileza pode ser benéfica para uma equipe, atendimento ao cliente e relações internas. Agradecer, dar atenção, sorrir e ouvir estão entre os principais atos para tornar isso cada vez mais verdadeiro. E pode ter a certeza que profissionais gentis é a chave para o sucesso de muitas empresas. Hoje, quando somos gentis uns com os outros, sentimos uma conexão, e novas relações são forjadas, ou as já existentes reforçadas.

 

 

A gentileza é contagiosa

Quando somos gentis, inspiramos outras pessoas a serem gentis também, e isso realmente cria um efeito de ondulação que se espalha, para colegas de trabalho, amigos e familiares. Assim como uma pedra cria ondas quando é deixada cair em uma lagoa, são os atos de ondulação da gentileza, tocando a vida dos outros e inspirando todos os lugares por onde a onda toca.

E você, já foi gentil hoje?

 

 

Siga-me no Facebook     Pergunte-me algo via Twitter

Inscreva-se para mais vídeos     Conecte-se com Paul&Jack no Linkedin

Inscreva-se para mais dicas     Conecte-se com Paul&Jack no Google+

 

 

 



TODOS OS DIREITOS RESERVADOS – POLÍTICA DE PRIVACIDADE

× Nosso Whatsapp: 11 99157-4556