Como atrair Clientes numa Feira

Me sinto confiante. Sinto uma confiança horripilante em meus atuais poderes.

Caro leitor, elaborei uma previsão para este artigo em que depositastes seus olhos. Posso prosseguir? Posso revelar? Eu prevejo que você inteligente leitor irá ler o parágrafo abaixo num total de duas vezes:

“No século XIX existiu um nome no circuito da Mágica mundial chamado Joseph Dunninger. Um ilusionista Americano que se especializou em fazer mágica exclusivamente pelo rádio.”

Yessss!!! Ha ha…Você releu!!!

Você releu porque em algum lugar, em alguma micro partícula escondida de seu cérebro tocou a alerta da contradição:

Mágica + Rádio = Impossível

Massss… posso te afirmar que essa história é a mais pura verdade, esse homem realmente existiu.

Nascido em 1892, Dunninger sempre teve pânico de voar de avião e pavor de falar em público. Por isso que este mestre da Arte Mágica teve a sagacidade de se especializar em efeitos de mentalismo / ilusionismo através das ondas sonoras. Assim não precisaria se deslocar pelos Estados Unidos e enfrentar multidões fantasmagóricas em suas apresentações artísticas.

Mas pera aí, o cara era um Mágico!?!

Que papo é esse de ter medo de falar em público? Infelizmente todos nós já sabemos: O maior medo de quase toda a totalidade dos habitantes da espaço nave Terra é o medo de falar em público.

Então, posso arriscar, e tentar fazer uma gota de suor frio escorrer pela sua testa ao ler o próximo parágrafo?

Imagina você leitor, ter que não somente se expressar publicamente mas também chamar a atenção dos transeuntes de uma feira num congresso qualquer. Competindo com mais de 300 estandes barulhentos, coloridos e repletos das mais belas atendentes siliconadas e peroxidadas.

Sinto meu sangue ferver!!!

Este sentimento que para muitos é puro medo, circula em minhas veias numa alta rotatividade chamada: Adrenalina.

Amo fazer Feiras e Convenções!

O verdadeiro Street Magic.

Lançar meus tentáculos igual ao “Polvo Paul” para não somente atrair e cativar clientes potenciais no estande do contratante como para divertir e surpreender todos os participantes do congresso.

Me sinto dentro da jaula do leão faminto, em que, ou você é devorado, ou se torna amigo do monstro conquistando o coração da platéia.

Me sinto participando do Festival Canadense de artistas de rua com minhas técnicas secretas para chamar a atenção das pessoas, transmitir o recado mágico, passar o meu chapéu invisível e lotar completamente o seu estande.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Postagens Relacionadas

O que é ser Mágico?

Qual é o núcleo do personagem Ilusionista? Olhares curiosos, pensamentos viajantes e perguntas infinitas: Mágico? Você vive de mágica? Como surgiu essa idéia? De vez

ver mais

A Palestra Perfeita

Posso te contar um segredo? Um segredo sobre a vida de um Mágico Profissional? Então chegue mais perto… isso maaaais uma quirela… perfeito! De vez

ver mais

Mágico em São Paulo

São Paulo 18 milhões de habitantes 5,4 milhões de carros 1 milhão de pizzas por dia 621 mil pousos e decolagens 25 mil policiais 5

ver mais
×