Eletrize seu Evento

contato@paulejack.com

Menu Fechar

O segredo sobre como ter paixão pelo trabalho vazou! Saiba mais, aqui!

Paixão pelo trabalho é uma utopia? Um clichê disseminado na esfera motivacional? Enquanto você pensa sobre isso, deixa eu te contar uma breve história. Um estudo levou diversos músicos a se apresentarem em um determinado palco. Um por um, subia no palco, tocava seu respectivo instrumento e ia embora. Cada pessoa presente na platéia tinha um aparelho capaz de captar reações. E o que se descobriu? Que não era o instrumento que gerava uma reação maior nas pessoas, mas sim, o músico que tocava com mais paixão conseguiu comover mais. 

Paixão pelo trabalho e a pesquisa que eu fiz sobre o vendedor mágico

Quem me acompanha sabe que eu vivo fazendo pesquisas e me aprofundando cada vez mais sobre as técnicas e desvendando o que há de mais underground sobre os segredos do vendedor mágico. 

Em um desses estudos, eu descobri o seguinte: você, seu time de vendas, colaboradores, podem assistir mil palestras de vendas e motivação, todas elas afirmam as mesmas coisas. Por exemplo:

  • O profissional de sucesso deve acordar cedo;
  • É preciso ter uma autocobrança;
  • Trabalhar com senso de urgência;
  • Trabalhar até mais tarde, etc.

Eu concordo e acho válidas todas essas questões acima, porém, todas essas facetas do profissional de alta performance funcionam apenas com o uso de uma mesma ferramenta. Sabe qual? Exatamente a ferramenta da paixão.

Eu descobri o segredo da paixão pelo trabalho e te revelo a seguir 

Eu descobri o segredo da paixão pelo trabalho estudando a etimologia das palavras.

Veja bem:

“A palavra trabalho vem do latim tripalium, termo utilizado para designar instrumento de tortura, ou mais precisamente, “instrumento feito de três paus aguçados, algumas vezes ainda munidos de pontas de ferro, nas quais agricultores bateriam o trigo, as espigas de milho, o linho, para rasgá-los e esfiapá-los” (ALBORNOZ, 1994, p.10).”

Fonte: link.

Agora vamos falar da origem da palavra negócio:
“ No latim, negotium. O prefixo neg- remete à palavra negare em latim, contemplando-se como negar, e otium, que se relaciona ao lazer e, consequentemente, à ideia básica de não fazer nada além de dedicar o tempo a si mesmo. Em poucas palavras, em seu sentido literal, um negócio é qualquer atividade que não está destinada ao lazer, mas sim à produtividade econômica.”

Fonte: link.

Ou seja, não descanso.  E o que dizer da palavra emprego? Do latim, implicare, que significa, envolver-se.

Agora, me diga: como é que eu vou me envolver no meu emprego, se desde os tempos mais primórdios, a palavra trabalho tem essa conotação negativa? 

A solução seria injetar em nossos corações, uma versão otimista.Mas, como?

Gostou do conteúdo? Imagina o quanto você irá amar a Palestra os 10 Segredos do Vendedor Mágico!

Eu continuei estudando, pesquisando, fuçando o mais profundo e cheguei até Albert Einstein.

Por isso, agora posso te trazer uma nova perspectiva que pode mudar completamente sua visão em relação ao seu ofício.

Te revelo essa nova e revolucionária visão no vídeo a seguir, é só você dar um play: 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Postagens Relacionadas

Mágico de festas em SP

Por qual razão um mágico de festas em SP pode ser uma ótima escolha de atração para uma comemoração? Indo desde a esfera corporativa, em

ver mais
×