Você conversa com você mesmo? Se sim, isso é um bom sinal | Palestras Paul&Jack
A mágica que faltava no seu negócio

(11) 3772-6645 / (11) 99157-4556 contato@paulejack.com

Você conversa com você mesmo? Se sim, isso é um bom sinal

Por Paul Friedericks, 09/11/2015 em Sucesso Profissional

Você conversa com você mesmo? Se sim, isso é um bom sinal

Você consegue. Vamos lá, se concentre. Não olhe para o lado, siga em frente. Você conversa com você mesmo?

Essas são apenas algumas das frases que você já pode ter dito para si. Isso porque muitos de nós conversamos com nós mesmos todos os dias, mas sabia que o tipo de linguagem que você usa com você pode aumentar sua confiança e motivá-lo para o sucesso?

Psicólogos dizem que enquanto todos nós conversamos com nós mesmos, muitos de nós não estão mesmo cientes se essa linguagem está causando algum impacto nas nossas vidas. E a auto fala tem a capacidade de aumentar a confiança, regularizar as emoções e melhorar o humor e o desempenho de modo geral, mas a maneira como você fala para si mesmo é o mais importante.

Existem três tipos de auto fala:

Positivas: É quando você diz internamente: “você pode fazer isso”. É muitas vezes motivacional e nos conduz à ação.

Neutras: É o tipo de linguagem que usamos quando vamos ao supermercado e dizemos para nós mesmos a lista de coisas que precisamos comprar.

Negativas: É como dizer: “Eu sou tão preguiçoso” ou “Eu não consigo”, e é geralmente seguida por uma reação emocional. A auto fala negativa pode afetar o humor e diminuir sua autoconfiança, muitas vezes te impedindo de agir.

Desafie suas auto falas negativas

Quando você consegue identificar suas auto falas negativas, desafie-as. Encoraje o seu pensamento a se perguntar: “Como posso fazer isso?” e “O que já deu certo anteriormente?”. Não é transformar pensamentos negativos em positivos, porque muitas vezes isso não é fácil. Mas assim você altera os seus pensamentos negativos em pensamentos orientados para uma ação positiva.

Concentre-se na ação

Sempre tenha o foco no que você deve fazer e não no que você deve evitar. Ao invés de dizer: “Não fique tão chateado”, diga a si mesmo: “Acalme-se”. Usando uma ação orientada, você impede que sua autoestima vá embora.

Sabia que usar o pronome “você” em vez de “eu” quando se fala de si mesmo é melhor?

Um estudo publicado no European Journal of Social Psychology, mostrou estudantes que escreveram um auto aconselhamento usando “você”. Eles não só resolveram mais problemas, mas ficaram mais felizes para trabalhar sobre tais coisas no futuro em comparação com os que usaram “eu”.

Os pesquisadores especularam que a segunda pessoa na auto fala pode funcionar como receber apoio e incentivo de pais e professores quando éramos crianças. E usar a segunda pessoa também nos ajuda a ter uma melhor perspectiva sobre a situação, e ser mais objetivo do que emoção.

E você, acredita que aprender a falar com si mesmo pode ajudar na sua motivação? Deixe um comentário.

Continue acompanhando o blog Palestras Paul&Jack e aprenda mais táticas infalíveis para se auto motivar e melhorar seu desempenho no trabalho.

Conheça também nossos programas de treinamento e palestras motivacionais.

 

 

Siga-me no Facebook     Pergunte-me algo via Twitter

Inscreva-se para mais vídeos     Conecte-se com Paul&Jack no Linkedin

Inscreva-se para mais dicas     Conecte-se com Paul&Jack no Google+

 



TODOS OS DIREITOS RESERVADOS – POLÍTICA DE PRIVACIDADE

× Nosso Whatsapp: 11 99157-4556