Se apaixonando pelo tédio para alcançar resultados | Palestras Paul&Jack
A mágica que faltava no seu negócio

(11) 3772-6645 / (11) 99157-4556 contato@paulejack.com

Se apaixonando pelo tédio para alcançar resultados

Por Paul Friedericks, 20/10/2015 em Sucesso Profissional

Se apaixonando pelo tédio para alcançar resultados

Seja para artistas, atletas, vendedores ou líderes, a regra é a mesma: se você quiser alcançar o seu potencial, você deve praticar uma habilidade específica por um longo tempo com coerência.

Veja alguns exemplos:

  • Paul Erdos, um grande matemático, publicou mais de 1.500 artigos antes de se tornar um líder de pensamento.
  • Compositores famosos trabalham de 5 a 10 anos em uma música até que ela se torne famosa.
  • O grego Mílon de Crotona carregava um bezerro nas costas todos os dias até desenvolver uma força incrível.

De alguma forma, a melhor maneira de alcançar o que quer é se apaixonar pelo tédio de fazer o trabalho.

Mas, como exatamente se apaixonar pelo tédio? Parece impossível, não é? É como se você estivesse tentando construir um hábito que você sabe que deve trabalhar nele, mas você realmente não quer fazer.

Em primeiro lugar, é realmente complicado se apaixonar por um hábito que você odeia. Sinceramente, não conheço uma pessoa sequer que não gosta de uma atividade e de alguma forma se apaixona por fazê-la repetidamente. É muito difícil odiar algo e ter amor por isso ao mesmo tempo.

Vamos dizer que você não gosta de malhar, mas você sabe que é bom para você. Se você quer se apaixonar pelo tédio de ir para a academia, você tem duas opções:

Primeira: Aumentar sua competência na tarefa

Até mesmo as tarefas que você gosta vão parecer monótonas algum dia, isso é inevitável. Então, imagine a batalha difícil que é constantemente tentar fazer algo que você não gosta. A solução? Aprender os fundamentos básicos da sua tarefa e comemorar as pequenas vitórias. Como exemplo, digamos que você está aprendendo a fazer um supino adequado. Praticar na academia pode ser muito mais divertido se você fizer um calendário de pequenas melhorias a cada semana. É muito mais fácil de se apaixonar por fazer algo quando você olha para trás e vê progressos.

Segunda: Se apaixonar por um resultado da tarefa, em vez de a tarefa em si

Por exemplo, vamos dizer que você tem marcado duas corridas por semana. Seu objetivo é se tornar o tipo de pessoa que não perde o cronograma. Você não está preocupado com o tempo que você corre. Você não está preocupado se você está ficando mais rápido. Você não está preocupado com o ganho de medalhas ou qualquer outro tipo de resultado. Em vez disso, você simplesmente está focado em manter o seu calendário de corridas em dia, sem interrupções.

Essa é basicamente a estratégia aplicada ao exercício. Seu único objetivo é “não quebrar a cadeia.” Ao mudar o seu foco para longe da atividade que você não gosta, você está dando a si mesmo uma oportunidade para se apaixonar pelo tédio gostando de algo que você consiga desfrutar.

É como fazer 120 chamadas de vendas por dia. Não há nada de gostoso nisso, mas funciona no final das contas. Você não precisa reinventar os fundamentos. Você precisa se comprometer com eles.

 

 

 

Siga-me no Facebook     Pergunte-me algo via Twitter

Inscreva-se para mais vídeos     Conecte-se com Paul&Jack no Linkedin

Inscreva-se para mais dicas     Conecte-se com Paul&Jack no Google+

 



TODOS OS DIREITOS RESERVADOS – POLÍTICA DE PRIVACIDADE

× Nosso Whatsapp: 11 99157-4556