2016: Como você está encarando as mudanças e novos objetivos? | Palestras Paul&Jack
A mágica que faltava no seu negócio

(11) 3772-6645 / (11) 99157-4556 contato@paulejack.com

2016: Como você está encarando as mudanças e novos objetivos?

Por Paul Friedericks, 14/01/2016 em Sucesso Profissional

2016: Como você está encarando as mudanças e novos objetivos?

Ninguém faz mudanças importantes da vida sozinho. Precisamos de parceiros – essas pessoas nos mantêm em xeque e nos lembram dos nossos objetivos quando nós erramos. Essa necessidade de prestação de contas é especialmente importante com os objetivos de negócio, principalmente agora, no início do ano, em que muitas empresas já começam com novas metas para as equipes. Mudanças e novos objetivos.

Nos negócios, nós encontramos quase os mesmos obstáculos que em nossas vidas pessoais. Projeções excessivamente otimistas e uma falta de prestação de contas e análise, por exemplo, atrapalham até mesmo os melhores esforços. Para combater a tentação de deslizar de volta aos velhos hábitos, é preciso primeiro criar um ambiente propício para o sucesso.

Definir metas sustentáveis e replicáveis.

Metas não devem ser promessas baseadas em lembretes anuais; elas devem ser novos padrões de comportamento, completamente. As melhores mudanças não são metas concretas, mas processos reformulados que se tornam enraizados em nossas mentes e cultura da empresa.

Criar metas visíveis.

Por que não um painel que deixe visível todas as nossas principais métricas, metas e objetivos? Isso incentiva a equipe a ser mais motivada a lutar por nossos objetivos, tornando-os impossíveis de ignorar. Os seres humanos são criaturas esquecidas, não há como negar. Por isso, devemos nos lembrar constantemente de nossas metas para alcançá-las.

Cumpra pequenas metas primeiro.

Eu, por exemplo, gosto de pegar algumas vitórias fáceis que eu possa realizar durante duas ou três semanas para aumentar a minha motivação e da equipe com a qual eu trabalho em palestras e treinamentos Paul&Jack. Depois que realizamos essas tarefas menores, fica mais fácil atacarmos as metas maiores, porque nos sentimos mais capazes e preparados.

Criar itens de ação dentro de metas.

A maioria dos objetivos consiste em vários sub objetivos menores. Você pode criar o hábito de identificar um grande objetivo (por exemplo, um aumento nas vendas), em seguida, quantificar pequenas porções da meta (vendendo mais aos clientes existentes, por exemplo) para medir seu progresso.

Medir constantemente.

Durante meus mais de 20 anos no show business, já vi muitas empresas tropeçarem porque não conseguem medir suas mudanças. Esperar até o fim do ano para analisar os dados é um grande erro, pois permite um pequeno problema se transformar em um grande problema.

Comparar e corrigir.

O início de uma nova forma de encarar os negócios não é apenas um tempo para definir novas projeções, mas de comparar projeções do ano anterior com a realidade. É fundamental unir a equipe para discutir os objetivos em relação ao ano anterior, mês ou semana, e perguntar se é possível alcança-los ou se algo poderia ter sido de forma diferente. Ninguém sabe o futuro, mas todos nós podemos fazer ajustes para minimizar os erros atuais se avaliarmos os anteriores.

As mudanças não têm que ser duras. Com preparação, temos o poder de manter as promessas que fazemos a nós mesmos no início do ano e construir sucessos ao longo dos meses.

 

 

Siga-me no Facebook     Pergunte-me algo via Twitter

Inscreva-se para mais vídeos     Conecte-se com Paul&Jack no Linkedin

Inscreva-se para mais dicas     Conecte-se com Paul&Jack no Google+

 



TODOS OS DIREITOS RESERVADOS – POLÍTICA DE PRIVACIDADE

× Nosso Whatsapp: 11 99157-4556